Case Study / ASSEMBLEIA NACIONAL DE ANGOLA - TV PARLAMENTAR

Cliente

A Assembleia Nacional é o Parlamento da República de Angola.

O Parlamento de Angola é um órgão unicamaral. A Assembleia Nacional é um dos órgãos de soberania consagrados na Constituição, para além do Presidente da República e dos Tribunais, é, nos termos da Lei Fundamental, “a assembleia representativa de todos os cidadãos angolanos”.

A Constituição, o Regimento e o Estatuto dos Deputados definem as competências e as regras de funcionamento da Assembleia Nacional, os direitos e deveres dos seus membros, garantindo as relações de separação de poderes e interdependências relativamente aos outros órgãos de soberania.

Para além da função primordial de representação, compete à Assembleia Nacional assegurar a aprovação das leis fundamentais da República e a vigilância pelo cumprimento da Constituição, das leis e dos atos do Executivo e da Administração.

Desafio

O cliente contatou a THE AUDIOVISUAL COMPANY para a execução de um projeto de implentação de sua própria estrutura de canal de TV, com as componentes Pública, Corporativa e ‘On-Demmand’.

Os levantamentos de necessidades junto do cliente rapidamente se tornaram em sugestões de melhoramento de serviços, procedimentos e aconselhamento de sistemas a implementar. Ao invés de apenas se instalarem novos sistemas para controlar a segurança do edifício a THE AUDIOVISUAL COMPANY propôs a integração total de sistemas controlados e comandos, de um único ponto com capacidade de gestão remota de qualquer outro local do edifício.

Memória Descritiva

Sistema de Broadcast TV

O sistema de Broadcast TV, no âmbito da implementação do canal de TV do cliente, foi desenhado para garantir a melhor qualidade em todas as fases de operação, com enfase na parte de captura e gravação de imagens e realização. As fases de edição de conteúdos farão parte de uma segunda fase do projeto, com necessidade de criação de um novo espaço.

O sistema de captura de imagem é suportado por câmaras de Vídeo robotizadas de alta definição, ligadas à régie de vídeo através de fibra ótica, garantindo a melhor qualidade e sincronismos dos conteúdos. Na régie estarão operadores de câmara que através comandos joystick farão a cobertura dos eventos sob os comandos de um realizador.

A régie foi totalmente desenhado para suportar todos os sistemas instalados e permitir o bom funcionamento e articulação do fluxo operacional de todos os intervenientes.

Foi criada uma parede de Monitores LCD que, através de equipamentos de ‘Multiview’ reproduzem todas as imagens capturadas pelas câmaras de vídeo, organizadas consoante a necessidade dos operadores de câmara e realizador do evento.

O sistema de gravação de imagens é composto por servidores com capacidade de operação via ‘web’ disponíveis não só à operação de Régie mas também podem ser consultados, através de um sofisticado sistema de ‘video-on-demmand’, em qualquer parte da estrutura de rede do cliente. A capacidade de armazenamento do sistema de gravação foi dividida, em níveis de rapidez de acesso, para permitir tempos de resposta adequados às necessidades. Teremos assim, conteúdos disponíveis em tempo real, e outros com disponibilidade dependente de número de acessos à biblioteca de conteúdos.

Para a realização está disponível uma ‘ilha’ equipada com a mais recente tecnologia. Foi criada a separação de realização de conteúdos de áudio, através de painel de comando dedicado e com redundância de operação, da realização de conteudos de vídeo. Estes últimos estão disponíveis ao realizador em grupos de 8 canais, previamente preparados em ‘video hub’ com comando ‘touch screen’

O canal de TV do cliente tem agora implementadas as primeiras 3 fases, numa régie desenhada e equipado para o efeito. A fase de captura e gravação de imagens, através da instalação de câmaras de vídeo no edifício, a fase de gravação com poderosos servidores parametrizados com plataformas de acesso para ‘video-on-demmand’, e por último a fase de realização feita através de sofisticados equipamentos misturadores de áudio e vídeo.

Também foi disponibilizado ao cliente, no contexto do broadcast do seu Canal de TV, uma plataforma de ‘streaming’ de vídeo que permite a integração direta do canal de Televisão com a estrutura corporativa de conteúdos. O cliente adquiriu também um sistema de ‘Corporate TV’ baseado em servidor de conteúdos e ‘players’ de receção via web. A integração com o seu canal de TV foi feita através da instalação de uma plataforma de codificação dos conteúdos capturados, em tempo real, via rede. Desta forma, nos vários pontos de receção de sinal TV que o cliente tem nas suas instalação, é possível sintonizar, em tempo real, o que está a ser emitido no seu Canal de TV.